Select Page
50 Anos de Carreira de Treinador de Karate

50 Anos de Carreira de Treinador de Karate

50 anos da carreira de treinador de Karate

A 8 de Janeiro de 1964 inicia-se formalmente a carreira de treinador de Karate em Portugal com a atribuição do título de “professor de Karate” a João Luís Franco Pires Martins por parte da União Portuguesa de Budo (UBU), instituição oficialmente reconhecida para tal função na altura.

Desde estes primeiros movimentos de titulação sem cursos específicos de formação até aos dias de hoje, o Karate cresceu institucionalmente em coerência com os diferentes movimentos de enquadramento jurídico da função de treinador de desporto, culminados no atual Programa Nacional de Formação de Treinadores (PNFT).

Atualmente é a Federação Nacional de Karate – Portugal (FNK-P), fundada em 1992, a assumir a responsabilidade institucional pela modalidade, após um período UBU, um período CDAM, e um período FPK/FPKDA, mantendo a responsabilidade formativa principal no atual modelo, a par com algumas responsabilidades específicas tutelarmente atribuídas à ANTK.

Cientes do momento histórico de celebração dos 50 anos da primeira titulação de treinador de Karate, cuja efeméride ocorre na mesma época em que são levados a cabo os primeiros cursos de Treinador de Karate de Grau 1 ao abrigo do PNFT bem como a organização do Campeonato de Europa de Cadetes, Juniores e Sub-21 em Lisboa, a FNK-P em colaboração estreita com a ANTK realizaram um momento de reflexão sobre o ensino do Karate em Portugal no dia 4 de janeiro de 2014, assim como pretendem reforçar este número simbólico ao longo das suas atividades desenvolvidas em 2014.

Consulte aqui a apresentação efetuada na Celebração/Ação de Formação “50 anos da carreira de treinador de Karate em Portugal” a 4 de janeiro de 2014.

Veja aqui as fotos da Celebração/Ação de Formação “50 anos da carreira de treinador de Karate em Portugal” a 4 de janeiro de 2014.

Forum de Treinadores de 2013

Forum de Treinadores de 2013

50 anos da carreira de treinador de Karate

A 8 de Janeiro de 1964 inicia-se formalmente a carreira de treinador de Karate em Portugal com a atribuição do título de “professor de Karate” a João Luís Franco Pires Martins por parte da União Portuguesa de Budo (UBU), instituição oficialmente reconhecida para tal função na altura.

Desde estes primeiros movimentos de titulação sem cursos específicos de formação até aos dias de hoje, o Karate cresceu institucionalmente em coerência com os diferentes movimentos de enquadramento jurídico da função de treinador de desporto, culminados no atual Programa Nacional de Formação de Treinadores (PNFT).

Atualmente é a Federação Nacional de Karate – Portugal (FNK-P), fundada em 1992, a assumir a responsabilidade institucional pela modalidade, após um período UBU, um período CDAM, e um período FPK/FPKDA, mantendo a responsabilidade formativa principal no atual modelo, a par com algumas responsabilidades específicas tutelarmente atribuídas à ANTK.

Cientes do momento histórico de celebração dos 50 anos da primeira titulação de treinador de Karate, cuja efeméride ocorre na mesma época em que são levados a cabo os primeiros cursos de Treinador de Karate de Grau 1 ao abrigo do PNFT bem como a organização do Campeonato de Europa de Cadetes, Juniores e Sub-21 em Lisboa, a FNK-P em colaboração estreita com a ANTK realizaram um momento de reflexão sobre o ensino do Karate em Portugal no dia 4 de janeiro de 2014, assim como pretendem reforçar este número simbólico ao longo das suas atividades desenvolvidas em 2014.

Consulte aqui a apresentação efetuada na Celebração/Ação de Formação “50 anos da carreira de treinador de Karate em Portugal” a 4 de janeiro de 2014.

Veja aqui as fotos da Celebração/Ação de Formação “50 anos da carreira de treinador de Karate em Portugal” a 4 de janeiro de 2014.