Select Page

Título Profissional de Treinador de Desporto - Karate (TPTD-K)

newfnkplogo_1_790_9999

Título Profissional de Treinador de Desporto – Karate (TPTD-K)

 

O Título Profissional de Treinador de Desporto – Karate (TPTD-K) assume, para cada um dos graus respetivos, funções específicas de acordo com a tipologia da população sobre a qual o treinador intervém. Tal como o Programa Nacional de Formação de Treinadores (PNFT) sugere, as competências do Treinador estão assim associadas às Etapas de Desenvolvimento do Praticante as quais são construídas na lógica do modelo de Long-Term Athlete Development (LTAD) desenvolvido por Istvan Balyi e adotado pelo PNFT.

Desta forma, para cada Etapa considera-se o Grau que cada treinador deverá possuir para estar habilitado a intervir nessa população. Assim, estamos perante um modelo de certificação em que cada Grau determina as competências e áreas de intervenção ao invés de um Modelo que considera os Graus da Cédula como passos sucessivos na carreira de treinador.
Na determinação das Vias de Prática afetas ao Karate, a Federação Nacional de Karate – Portugal (FNK-P) em concordância com os desígnios do PNFT considerou os seguintes eixos de ação,as quais assumem uma relação próxima na medida em que potenciam o desenvolvimento segundo os padrões maturacionais (idade) e os padrões técnicos (graduação) inerentes à prática do Karate.

Para cada uma das Vias considerada foram então organizadas as Etapas de Desenvolvimento do Praticante. Na sua conceção, a FNK-P seguiu uma linha de coerência com a proposta realizada no âmbito do documento “Karate for Life – Karate Canada’s Long Term Athlete Development Model” (publicado pelo Governo canadiano em 2009 e que se apresenta enquadrado e em sintonia com o proposto pelo modelo LTAD mencionado anteriormente), bem como considerando outros modelos europeus com os quais a FNK-P já atua em consonância.

Neste sentido, em consonância com as Etapas de Desenvolvimento do Praticante estabelecidas, o Treinador deverá ser portador do TPTD-K respetiva às Etapas de Desenvolvimento do Praticante sobre as quais intervém.

Desta forma, e de acordo com o Perfil Profissional definido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) para os diferentes Graus de Treinador, assumem-se os seguintes Perfis de Treinador de Karate.

De acordo com indicações do IPDJ as competências e Perfil de Formação associadas ao Grau IV no âmbito do PNFT ainda estão sob discussão.